Home / Noticias Blog / Seu celular é mais sujo que um vaso sanitário?

Seu celular é mais sujo que um vaso sanitário?

Está na hora de desligar e desinfetar a privada… Quer dizer, o iPhone.

“Todo mundo deveria saber que os iPhones são sujos e nojentos. Na verdade, todos os celulares são imundos, tipo de 10 a 20 vezes mais sujos do que o assento de uma privada. Muitas pessoas até usam o celular no banheiro, sentadas no vaso sanitário. Isso contribui ainda mais para o problema. Metade dos telefones testados em diversos estudos tiveram diagnóstico positivo para a presença de matéria fecal. Esses aparelhos são sujos demais”, explicou Chris Barrow, veterano em investimentos tecnológicos e diretor executivo da empresa de desinfecção Vioguard, em entrevista ao The First Trade, do Yahoo Finanças.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar” data-reactid=”25″>Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News” data-reactid=”26″>Siga o Yahoo Finanças no Google News

Quando o assunto é a limpeza dos celulares (ou a falta dela), o executivo pode ter acertado na mosca.

Das 1.200 pessoas entrevistadas pela VitalVio em uma enquete realizada em 2019, 88% disseram que usam o smartphone no banheiro. Segundo a pesquisa, os testes feitos em dispositivos móveis revelaram que eles estão cobertos de bactérias, como a E. coli. O mais preocupante é que praticamente 25% dos entrevistados disseram que nunca limparam ou passaram um paninho nos telefones. Mais de um a cada quatro homens reconheceram que nunca limparam os celulares, em comparação com uma a cada cinco mulheres.

Leia também

Barrow, que também é cofundador da empresa de capital de risco Imagen Capital Partners, é especialista na sujeira dos smartphones, um problema que poderia ser letal na era da COVID-19.

A Vioguard vende máquinas com tecnologia ultravioleta para eliminar os germes. Elas podem chegar a custar US$ 2.000 e têm compartimentos para diferentes aparelhos. Basta colocá-los dentro da máquina, fechar a porta e dar início ao processo de desinfecção. Barrow afirma que os produtos da empresa são mais eficazes no combate a bactérias do que os lencinhos desinfetantes tradicionais.

Em janeiro de 2017, a Imagen investiu US$ 5 milhões na Vioguard e, logo depois, Barrow assumiu a função de diretor executivo. Ele conta ao Yahoo Finanças que a empresa vinha observando um crescimento estável de 25% a 30% ao ano por causa da grande demanda dos hospitais, mas, desde que a pandemia começou, as vendas aumentaram em 1.000% com a procura de novos setores, como hotéis e varejistas.

“Os hospitais já sabem há muito tempo que a tecnologia UVC é eficaz. Vendemos o produto nesse setor há muito tempo, e é um sucesso. Os hospitais sabem que essa tecnologia funciona. Agora, mais pessoas estão percebendo que essa também é a maneira mais eficaz de eliminar os germes e desinfetar os telefones em ambientes não hospitalares”, conclui Barrow.

Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.” data-reactid=”39″>Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.




Fonte: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Hospital particular pede ajuda a prefeitura de Curitiba devido a falta de remédios para UTI, diz secretária

Apesar do sol, chuva deve retornar nesta quinta-feira (14), em Curitiba

O insensível mais intenso se despediu dando lugar a temperaturas mais agradáveis, com a aparição …

Call Now Button