Resumo do dia: Paraná, terça-feira, 26 de abril de 2022 | Paraná

Vereador sai da sessão porque tem compromisso no 'bocha com o pessoal do truco'

Resumo do dia: Paraná, terça-feira, 26 de abril de 2022 | Paraná

Confira o resumo de algumas das principais reportagens e as mais acessadas pelos leitores do g1 PR, nesta terça-feira (26).

Um vídeo da sessão da Câmara de Vereadores de Formosa do Oeste, no oeste do Paraná, da segunda-feira (25) chamou a atenção pelo pedido feito pelo vereador e vice-presidente da casa, Raimundo Marques Cavalcante, do PL.

“Eu gostaria senhor presidente de me retirar. Eu peço desculpa aos nossos colegas, eu tenho um compromisso ali no bocha com o pessoal do truco. Não adianta mentir . Quem quiser passa lá, eu tô lá!”, disse o vereador.

Posteriormente o pedido, ele se levanta e sai do região. Os demais vereadores permanecem sentados e riem da situação. Veja vídeo inferior.

Vereador sai da sessão porque tem compromisso no 'bocha com o pessoal do truco'

Vereador sai da sessão porque tem compromisso no ‘bocha com o pessoal do truco’

Polícia identifica motorista que arrancou passageira do carro pelos cabelos; aplicativo bloqueia perfil do trabalhador

A Polícia Social informou nesta terça-feira (26) já ter identificado quem é o motorista de aplicativo que arrancou pelos cabelos do carro uma passageira em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

O caso é investigado pela Delegacia de Piraquara e aconteceu na semana passada (relembre inferior). Segundo a polícia, o motorista deve ser indiciado por lesão corporal e injúria qualificada – quando uma ofensa é motivada por cor, raça ou etnia.

Nesta terça, o representante responsável pelas investigações, Paulo Renato de Araújo, colheu o prova da passageira – a professora Dayane Padilha. De tratado com Araújo, o motorista também foi chamado a prestar prova.

Enquanto dirigia, companheiro tentou agredir passageira — Foto: Divulgação

Parelha oferece tomada a vizinhos que estão há dias sem luz por culpa temporal em Maringá

Com um papeleta no portão de casa, em Maringá, no setentrião do Paraná, Claudeci e Adriana Oliveira sinalizam que estão ali para ajudar. Ajudar aqueles que, desde sábado (23), estão sem vontade elétrica e não conseguem recarregar o celular porque um temporal passou pela cidade, deixando prejuízos.

Segundo Claudeci, possuinte da casa, trabalha em razão de bancário. Ele contou que no domingo (24) mais de 100 pessoas foram até lá para recarregar a bateria do celular. O par também disponibiliza uma tenda para que todos fiquem protegidos do sol e água. Eles acreditam que os vizinhos fariam o mesmo por ele.

No papeleta está escrito: “celular. Carregamento elétrico sem dispêndio”.

Moradores de Maringá ainda estão sem luz depois do temporal

Moradores de Maringá ainda estão sem luz depois do temporal

Projeto que prevê quinhão de 20% para negros e afrodescendentes em concursos públicos é reconhecido pela Câmara de Foz do Iguaçu

Os vereadores de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, aprovaram o projeto de lei que suplente 20% das vagas de concursos públicos para negros e afrodescendentes. A proposta foi votada em segundo vez nesta terça-feira (26).

Segundo o projeto, a suplente de vagas se dará em concursos para cargos efetivos e empregos públicos, assim em razão de em testes seletivos da gestão pública direta e indireta de Foz do Iguaçu.

Nesta segunda votação, o projeto teve 12 votos favoráveis e um contrário, do vereador Dr. Freitas (PSD).

Câmara aprovou suplente de vagas para negros nesta terça-feira (26), em Foz do Iguaçu — Foto: Câmara de Foz do Iguaçu/Divulgação

MP-PR oferece denúncia por feminicídio contra suspeito de matar ex-esposa em igreja de Londrina

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) ofereceu denúncia por homicídio, com cinco qualificadoras, contra o companheiro suspeito de matar a ex-esposa em uma igreja de Londrina, no setentrião do Paraná. A informação foi divulgada nesta terça-feira (26).

Conforme a Polícia Social, Ligia Fernanda Silva foi morta, em 5 de abril, enquanto almoçava na cozinha da Paróquia São Luiz Gonzaga, onde trabalhava em razão de faxineira.

Segundo a investigação, a motivação do transgressão seria a não corroboração do intento do relacionamento.

O Ministério Publico informou que o homicídio foi qualificado em razão de feminicídio, por ser cometido contra mulher por razões da requisito de sexo feminino da vítima, por motivo torpe, pelo tarefa de meio cruel, uso de recurso que dificultou a resguardo da vítima e a utilização de arma de incêndio de uso restrito ou proibido.

Ligia Fernanda foi morta enquanto almoçava na cozinha da igreja, em Londrina — Foto: PM/Imagem cedida

VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR

Baseado: Post Completo

Compartilhar esta postagem

Call Now Button
%d blogueiros gostam disto: