Ponta Grossa mais uma vez é destaque no país em saneamento

Ponta Grossa mais uma vez é destaque no país em saneamento

Ponta Grossa mais uma vez é destaque no país em saneamento


Ponta Grossa mais uma vez e destaque no pais em

25/03/2022

Cidade ocupa a 11ª posição entre as 100 maiores, segundo ranking do Instituto Trata Brasil

Ponta Grossa é a 11ª melhor cidade do Brasil em saneamento. A classificação é do Ranking do Saneamento 2022, divulgado esta semana pelo Instituto Trata Brasil, que compara indicadores dos 100 maiores municípios brasileiros. Entre as paranaenses, Ponta Grossa é a quarta colocada.

O ranking elaborado pelo Trata Brasil utilizou os últimos dados publicados pelo Ministério das Cidades no Sistema Vernáculo de Informações sobre Saneamento (SNIS), ano-base 2020. Em dados atualizados, a cidade conta hoje com 100% de cobertura pelo sistema de fornecimento de água e 91% de atendimento pela rede coletora de esgotos, sendo que 100% do esgoto coletado é tratado.

A posição significativa de Ponta Grossa no ranking é resultado do grande volume de investimentos feitos pela Sanepar no município nos últimos anos, remodelando toda a infraestrutura dos trabalho de água e esgoto da cidade, muito visto que pela eficiência da Companhia na gestão operacional, o que assegura a qualidade dos trabalho prestados em saneamento para Ponta Grossa.

Nos últimos anos, foram mais de R$ 100 milhões aplicados em obras de ampliação e modernização dos sistemas de água e esgoto de Ponta Grossa, e murado de RRRR$30 milhões estão em curso, incluindo a geminação da adutora do Rio Pitangui, que vai aumentar a capacidade de produção de água do sistema de fornecimento, e a ampliação do sistema de esgotamento sanitário para atender 800 famílias do Parque do Moca e Vila Romana, entre outros.

Atualmente o sistema de fornecimento de água de Ponta Grossa conta com 2 milénio quilômetros de redes, duas captações (Pitangui e Alagados) e uma Estação de Tratamento de Água. Já o sistema de esgoto conta com 10 Estações de Tratamento e mais de 1,8 milénio km de redes coletoras.

Além de Ponta Grossa, o ranking também destaca as cidades paranaenses de São José dos Pinhais (3ª), Cascavel (8ª), Maringá (10ª), Curitiba (12ª) e Londrina (18ª).

 

 

Origem: Post Completo

Compartilhar esta postagem

Call Now Button
%d blogueiros gostam disto: