Home / Noticias Blog / Parceria entre a Prefeitura de Penedo e o CBHSF melhora qualidade de vida de famílias ribeirinhas

Parceria entre a Prefeitura de Penedo e o CBHSF melhora qualidade de vida de famílias ribeirinhas

Um projeto desenvolvido em parceria entre a Prefeitura de Penedo e o Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF) atende todos os moradores de uma pequena comunidade ribeirinha.

Beneficiadas com a instalação de fossa agroecológicas, as 75 famílias residentes no Sítio Nazário estão no foco de uma iniciativa inédita, em sua amplitude, entre todos os 507 municípios da bacia hidrográfica do Rio da Integração Nacional.

Projeto de fossa agroecológica atende moradores do Sítio Nazário, zona rural de Penedo (Foto Divulgação)

Em sua maioria trabalhadores que sobrevivem em regime de agricultura familiar, os ribeirinhos do Sítio Nazário não terão mais esgoto no fundo do quintal e nem irão lançar no ‘Velho Chico’ porque as fossas separam os efluentes domésticos, eliminadas ‘águas negras e cinzas’ por meio da tecnologia conhecida como evapotranspiração.

O sistema ecologicamente correto resulta da soma da evaporação da água, pelo solo, com a transpiração das plantas, bananeiras e outras espécies colocadas sobre e no entorno das denominadas bacias sanitárias das fossas, estruturas construídas com concreto armado para evitar a contaminação do solo e do lençol freático, e que também reaproveita restos de construção e pneus de automóveis.

Os dejetos de vasos sanitários são tratados pelo sistema integrado e de fácil manutenção que recorre ao plantio de espécies com grande demanda por água para impedir que as fossas encham com as águas oriundas de pias e do chuveiro, explica a Coordenadora de Meio Ambiente da Semarh Penedo, Fernanda Fróes.

Projeto de fossa agroecológica atende moradores do Sítio Nazário, zona rural de Penedo (Foto Divulgação)

Fernanda informa que o SAAE Penedo também é parceiro do projeto e acrescenta que o  tamanho da fossa varia conforme a quantidade de moradores da casa beneficiada, sendo que o círculo de bananeiras protegido por tela para impedir o acesso de animais.

Impactos positivos

“Além dos benefícios ambientais, o projeto também gera um impacto social imediato porque a mão de obra contratada para a instalação das fossas é local”, informa o vice-presidente do CBHSF, Maciel Oliveira, sobre o projeto que pode se tornar modelo para outros da bacia do São Francisco.

Das 75 fossas agroecológicas do Sítio Nazário, duas já estão funcionando e sete se encontram ‘concretadas’, informa Fernanda Fróes, frisando que houve atraso nos serviços por conta das chuvas.

Projeto de fossa agroecológica atende moradores do Sítio Nazário, zona rural de Penedo (Foto Divulgação)

A Coordenadora da Semarh Penedo acrescenta que 73 círculos de bananeiras foram concluídos, restando apenas instalar a tubulação que transporta os efluentes em alguns.

O projeto de fossas agroecológicas no Sítio Nazário foi solicitado pela Prefeitura de Penedo ao Comitê da Bacia do São Francisco, órgão financiador das obras executadas pela empresa GOS Florestal, com apoio técnico da Agência Peixe Vivo.

Por Fernando Vinícius – Jornalista Decom PMP


Fonte: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Serviço de Desentupimento em Curitiba

Como fechar uma piscina

Não importa o horário! Basta vincular ou enviar um Whatsapp e logo o seu problema …

Call Now Button