Home / Noticias Blog / Montanhistas são resgatados por bombeiros após se perderem em trilha na Serra do Mar

Montanhistas são resgatados por bombeiros após se perderem em trilha na Serra do Mar

Dois montanhistas foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros, na manhã deste domingo (29), depois se perderem em uma trilha no Morro do Ducto, localizado na região de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo os próprios socorristas, a operação que começou no sábado (28), levou muro de 12 horas e contou com diversas adversidades climáticas.

Morro do Ducto. Foto: Divulgação

Os montanhistas, de pacto com os bombeiros, iniciaram a trilha em direção ao morro do vigia. No entanto, eles se perderam depois passaram por uma torre amarela que fica na região do morro.

“Quando foram perceber, já era no final da tarde [do sábado] e eles não conseguiram se locomover. Desde então, a gente orientou que eles parassem por ali, para que a gente pudesse localizá-los naquele momento, indicando a coordenada e chegando até eles”, comentou o tenente Latuf, à Margem B.

A dupla, pois que contou os bombeiros, parou perto do Acampamento Fantasma. Todos os envolvidos na operação – bombeiros e montanhistas – tiveram que pernoitar no morro. “As condições climáticas estavam completamente desfavoráveis. Muita chuva, neblina, visibilidade extremamente restrita. A equipe falou às vítimas que tentassem permanecer mais abrigadas possíveis para transpor do insensível e da chuva. Eles estavam sem barraca, o que acabou dificultando”, detalhou Latuf.

Resgate

Já na manhã do domingo, os bombeiros continuaram o trajeto para efetuar o socorro dos montanhistas. A passeio recomeçou por volta das 6 horas e acabou às 8h. “Daí retornaram pelo caminho visível, chegando na base próximo do 12h”, pontuou o tenente.

Os socorristas e a dupla de montanhistas na base do morro. Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Latuf disse que todos estavam muito ao final do resgate. As vítimas, segundo ele, conseguiram se nutrir e não tiveram grandes problemas durante a madrugada.

“Passaram um pouco de insensível, mas tinham se manteúdo, vieram caminhando mesmo. Desde então, a gente conseguiu colocá-las em segurança na base do Morro do Ducto”, concluiu o tenente.

Original: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Verdade ou consequências, sua germafobia poderia voltar para mordê-lo?

O que você precisa saber sobre danos causados ​​pela água no telhado

Não importa o horário! Basta vincular ou enviar um Whatsapp e logo o seu problema …

Call Now Button