Home / Noticias Blog / Inovação da Sanepar é compartilhada com institutos do governo e de pesquisa

Inovação da Sanepar é compartilhada com institutos do governo e de pesquisa


Gerente Gustavo Possetti apresenta experiências de inovação


22/06/2022

Companhia apresenta experiências em seminário sobre Marco Permitido de Ciência, Tecnologia e Inovação no Paraná

A Sanepar participou do seminário sobre os desafios e oportunidades do Marco Permitido da Ciência, Tecnologia e Inovação do Paraná, promovido pelo Governo do Paraná, por meio da Instalação Araucária e da Superintendência Usual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI). O objetivo do evento foi debater sobre o Marco Permitido Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) que está em temporada de regulamentação, promovendo um intercâmbio de experiências e soluções para a emprego prática dos dispositivos legais nas relações entre estado-academia-empresas.

No tela que debateu a relação entre Governo, Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) e setor privado, o gerente de Pesquisa e Inovação da Sanepar, Gustavo Possetti, falou que a inovação faz fazer parte da missão da Companhia, que chega todos os dias à casa das pessoas e promove saúde pública preventiva. “A inovação é uma instrumento determinante para os trabalho da Sanepar, no enfrentamento aos desafios atuais e futuros, em peculiar aqueles associados com mudanças climáticas e com o novo marco permitido do setor de saneamento no Brasil”, disse Possetti.

Segundo ele, a Sanepar tem usado a inovação para melhorar seus processos, com tecnologias e métodos que dão mais desembaraço na realização de projetos e obras e visam também reduzir os custos operacionais, maximizando a qualidade dos trabalho prestados e a competitividade na cata pela universalização sustentável do saneamento.

Possetti citou várias iniciativas inovadoras da Companhia, pois que sistemas modulares de tratamento de esgoto, uso de placas fotovoltaicas flutuantes em reservatório de água, recuperação energética de biogás, tratamento avançado de águas urbanas, alternativas sustentáveis para disposição do lodo de esgoto, monitoramento da Covid-19 a partir do esgoto, uso compartilhado de infraestruturas e até semeadura de nuvens para indução de chuvas durante a crise hídrica, entre outros.

“Temos um Núcleo de Tecnologias Sustentáveis e todos esses projetos são desenvolvidos em parceria com órgãos de governo, agências de fomento, empresas, incluindo startups, e instituições de ensino e pesquisa, públicas e privadas do Brasil e do exterior. Nosso foco não é somente consumir inovação, mas participar da construção da inovação em saneamento. A cooperação é fundamental para gerarmos valor à sociedade”, afirmou o gerente.

Também participaram do seminário representantes da Instalação Araucária; das Secretarias de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e da Cultura; do Departamento de Empreendedorismo Inovador do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI); do Tribunal de Contas do Estado (TCE); da Coordenadoria de Assuntos Institucionais do Ministério Público do Paraná (MPPR); do Recomendação Pátrio de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); da Procuradoria Usual do Estado do Paraná  (PGE-PR); do Fórum Pátrio de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec); da Universidade Estadual do Setentrião do Paraná (UENP); da startup Agribela e diretoria de Propriedade Intelectual da Universidade Estadual do Núcleo-Oeste (Unicentro); da Gerência de Inovação e Produtividade da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep); da Gerência de Planejamento e Novos Negócios do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE); da Diretoria Administrativa e Financeira do Parque Tecnológico de Itaipu (PTI); do Núcleo Temático de Propriedade Intelectual e Inovação da Procuradoria Usual do Estado de Curitiba (PGE-PR); do Departamento de Patrimônio do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR); da Universidade Federalista do Paraná (UFPR); da Secretaria de Controle Extrínseco do Desenvolvimento Econômico do Tribunal de Contas da União (TCU); da Instalação de Base ao Ensino, Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação (Fundep) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste); da Procuradoria Usual da Quinta Pátrio (PGFN); da Receita Federalista; da Procuradoria-Usual do Município de Curitiba (PGM); do Recomendação Regional de Contabilidade do Paraná (CRCPR); e, da Receita Estadual do Paraná.*Experiência em inovação da Sanepar é apresentada em seminário sobre marco permitido de tecnologia e inovação*

 

 

Inspirado: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

previsão do tempo

Confira a previsão do tempo do fim de semana no seu estado

Confira a previsão do tempo para o intenção de semana, de conciliação com estudo da …

Call Now Button