Home / Noticias Blog / Empresa de Curitiba vence licitação para travessia de adutora sob linha férrea – O Popular Digital

Empresa de Curitiba vence licitação para travessia de adutora sob linha férrea – O Popular Digital

Travessia da adutora será no km 324 da ferrovia, na região do Residencial do Bosque. Foto: Divulgação

Representantes da Sul Vale Construtora de Obras estiveram em Mogi Mirim na tarde desta quinta-feira (27), para conhecer o local da obra onde irão operar.

Com sede em Curitiba (PR), a empresa foi a vencedora da licitação para as obras de construção da travessia da nova adutora de água bruta sob a linha férrea, na região do Residencial do Bosque, próximo à ETA (Estação de Tratamento de Água).

Das três empresas participantes do certame, a Sul Vale foi quem apresentou melhor proposta. Pelo critério de julgamento de menor preço global, a empresa foi a primeira colocada com o valor de R$ 358.601,40.

Na quinta-feira, como estiveram pela manhã em Piracicaba participando de uma licitação, os representantes aproveitaram para vir a Mogi Mirim no período da tarde para conhecer o local das obras.

“Viemos para conhecer a área, onde iremos descarregar os tubos, soldá-los e puxá-los, por onde será o acesso e movimentações de máquinas e caminhões. É importante ver antes para a gente dimensionar o trabalho técnico, o que a gente irá mobilizar. Mas, a equipe técnica virá depois para definir o melhor acesso”, disse Daniele Queiroz, encarregada de contratos.

A Sul Vale ficará responsável pelo fornecimento de materiais, equipamentos e mão de obra para a execução de travessia subterrânea, através de método não destrutivo denominado Perfuração Direcional, uma exigência da concessionária que administra a ferrovia Centro Atlântica.

O objetivo da obra é viabilizar um trecho da nova adutora de água bruta para abastecer a ETA.

Serão 78 metros lineares de construção, na altura do Km 324, fazendo a ligação dos trechos adjacentes já construídos. Os recursos para a execução das obras são procedentes do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), através de financiamento com a Caixa Econômica Federal, com contrapartida do Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae).

Concluída a instalação da tubulação da adutora, serão construídos poços de visita. As interligações da travessia da rede adutora nas redes já instadas, a montante e a jusante da linha férrea, serão de responsabilidade do Saae. (Da Redação)




Fonte: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Verdade ou consequências, sua germafobia poderia voltar para mordê-lo?

O que você precisa saber sobre danos causados ​​pela água no telhado

Não importa o horário! Basta vincular ou enviar um Whatsapp e logo o seu problema …

Call Now Button