Home / Noticias Blog / Do mate à Kombi, comerciantes de São Paulo se nomeiam reis em seus nichos – 31/01/2016 – sãopaulo

Do mate à Kombi, comerciantes de São Paulo se nomeiam reis em seus nichos – 31/01/2016 – sãopaulo

BRUNO B. SORAGGI
DE SO PAULO

Todo mundo quer reinar em So Paulo.

No por acaso, muitos do ttulo de monarca ao prprio negcio: so ao menos 280 registros na Junta Comercial de empresas que se intitulam soberanas em seus feudos –algumas com mais de meio sculo. Fomos conhecer 13 dessas majestades.

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Gaeta, 47, empresrio do Rei do leo, rede de lojas de lubrificantes e filtros para motores

No s uma loja Rei do leo, na marginal Tiet, que tem boate dentro.

Lourival Alves Pereira Gaeta, 47 –que j teve frota de txi, academia de ginstica, Ferraris, um Dodge Viper (“sempre fui meio pavo”), foi sequestrado e tomou tiro em assalto– tem duas baladas montadas em seu comrcio de filtros e lubrificantes para motores.

O Varandas Club, para o pblico LGBT, e o Tatos, que at ser lacrado recentemente promovia festas de funk e levava no nome o apelido pelo qual o paulistano de 1,78 m e 124 kg conhecido na noite.

No trabalho, ele Gaeta, dono da rede com 20 lojas pela cidade. “Fui beirando os rios, pegando as entradas das pontes. No tem como entrar ou sair de So Paulo sem passar por uma loja minha”, diz
o pai de dois meninos casado com uma mulher de 28 anos.

Rei do leo. marginal Tiet, 5.159, zona oeste

*

Rei da cutelaria
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Romeu Habib Ghattas, 53, atual gerente da loja Rei da Cutelaria, no centro

Antes de entrar no negcio da famlia, Romeu Habib Ghattas, 53, foi levantador de peso. Do tipo que competiu e foi campeo. Mas aos 26 anos parou: o pai falou que era hora de trabalhar.

Hoje, ele quem administra o Rei da Cutelaria –loja com cerca de 5.000 itens como facas, canivetes, espadas, navalhas, estrelas ninja, mquinas de macarro e bicos de encher bola– fundado em 1963 pelo libans Edmond Ghattas, que morreu em 2015, aos 94 anos e pai de oito filhos.

“Ele chegou sem nada e fez o que fez”, orgulha-se o comerciante em seu escritrio guardado por armaduras medievais e repleto de mensagens motivacionais penduradas nas paredes, uma delas em um banner que fez com a foto do pai.

Rei da Cutelaria. r. Carlos de Sousa Nazar, 230, centro, tel. 3228-0500, www.reidacutelaria.com.br/

*

Reis de S

De famlia baiana, aos nove anos Gilberto Andrade foi vender po na escola. Curtiu ganhar o prprio dinheiro.

Em 1992, abriu a dedetizadora Nagasaki. Ligado ao Rotary, criou uma associao de controle de pragas e se especializou –”sou uma das pessoas que mais conhece sobre cupim”, diz ele aos 48 anos.

Em 2007, comeou a fabricar paletes (estrados para carga de materiais).

“Quando veio a ideia, minha mulher falou: ‘J que te chamo de ‘meu rei’, seria bom que voc fosse rei de alguma coisa (risos).” Assim surgiu o Rei do Pallet.

www.reidopallet.com.br

*

Reis de S

Rubens Fechas, 71, est no ramo dos automveis h tanto tempo que quando vendia em frente Folha ainda se dizia “as Folhas” (era antes do sculo 21).

A primeira Kombi, lembra, chegou por uma troca. “Vendeu rpido. Comprei outra, foi tambm. A parei com os carros e fiquei s nas Kombi”, diz o paulistano que gargalha alto, tem bigode grisalho e usa corrente no pescoo, em seu escritrio no galpo do Rei das Kombis LTDA., no Ipiranga.

Ele est na mesma rua desde 1972. “Se perguntar: ‘Onde compro Kombi? Vo dizer: ‘No Rubinho’.” Seu auge foi at os anos 1990. O tempo passou, novas peruas surgiram, a Volkswagen aposentou sua van,
e Rubens voltou a vender carros.

“Vou pr pra alugar as lojas aqui do lado, para continuar menor e no parar. Se parar, morre. Tipo Kombi. Kombi que nem programa do Chacrinha: s acaba quando termina.”

Rei das Kombis. r. Santa Cruz, 1.691, Ipiranga, tel. 5062-3550

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Manoel Antunes Pedroso, 73, o Rei das Panelas, em feira no Higienpolis (centro)

A batucada de 2015 contra o governo Dilma rendeu para o seu Manoel.

“Chegava um monte de panela amassada pra eu consertar”, conta o paulista de 73 anos, que no RG tem sobrenome Antunes Pedroso, mas nas feiras de rua atende h mais de 50 anos como Rei das Panelas.

Filho de italiano com espanhola criado “no cabo da enxada” em Terra Preta (interior de SP), o senhor de conversa simples que vira e mexe fala “s veiz” veio a So Paulo aos 22 anos viver com o irmo, que era feirante.
Trabalhou com ele “s um dia”, diz. “No outro, j estava arrumando panela.”

Desde ento, nunca mais parou. No muito depois, achou a tampa da sua caarola e se casou com Shirley Praim Pedroso, 63. Juntos h 47 anos, dela a tenda de miudezas sempre ao lado do veculo em que Manoel dispe o maquinrio para reparo de tachos e afiao de pontiagudos.

Vo feira seis vezes por semana, em Perdizes ou na Santa Ceclia, sados da Vila Jaguara (zona oeste) –acompanhados do filho Marcelo, 43, aprendiz no ofcio. “No fico doente. Dor de cabea no me para. Pra fazer feira tem que querer. S paro quando morrer.”

www.reidaspanelas.com.br

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
Rossana Martins, 56, atual proprietria da loja O Rei dos Isqueiros (zona oeste)

Rossana Martins, 56, nunca fumou, o que timo para a sade dela. Mas quando seu pai, Humberto Martins, comeou um negcio na rua do Tesouro (centro), em 1970, tabagismo era charmoso –ainda que no tanto quanto seu homnimo gal, com quem, diz a empresria, seu progenitor era confundido. “Ligavam em casa perguntando se era o ator. Minha me ficava louca.”

Enfim. apesar de inicialmente chamar Rei das Canetas, muita gente pedia para consertar isqueiros (que na poca no eram to descartveis). “Ele incluiu o servio e depois de um tempo mudou o nome da loja”, conta a atual rainha dos isqueiros.

Filha mais velha que desde pequena acompanhou a atividade do progenitor, Rossana assumiu a loja aps a morte do pai, em 2010.

“Mas estou aqui desde 1989. Quando entrei, ele atendia e consertava. Fui mudando um pouco, deixando a loja mais charmosa, mais feminina.” Atualmente, a filha de Rossana ajuda a tocar o empreendimento.

Instalada na mesma galeria desde 1979, a loja agora comercializa presentes variados. Como um relgio na forma do escudo do Corinthians. “Vendeu muito!”

E os fumantes podem ficar tranquilos: eles ainda vendem e arrumam isqueiros.

O Rei dos Isqueiros. av. Brigadeiro Faria Lima, 2.355, Jd. Paulistano, tel. 3814-1479, www.oreidosisqueiros.com.br/

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Sarmento Morgado, 85, tambm conhecido como Morgan, seu nome de mgico

Se voc j teve um kit de mgica, possvel que deva isso a Sarmento Morgado –tambm conhecido como Morgan.

Aos 85 anos, o mgico fez a vida no s serrando pessoas ao meio, mas tambm produzindo cursos por correio e fabricando equipamentos para iludir plateias.

Esse material ainda vendido na loja Ao Rei das Mgicas, fundada pelo prprio h mais de 50 anos. Hoje, o vivo (ele foi casado com sua “partner” de palco) se apresenta na Associao de Mgicos de So Paulo e vai loja algumas vezes por semana, acompanhado de uma cuidadora –que, claro, j quis aprender alguns truques.

“Pergunto para ela: ‘Voc consegue guardar segredos?’ Ela: ‘Sim’. Pois eu tambm”, esquiva-se Morgan, “o vendedor de iluses”.

Ao Rei das Mgicas. av. So Joo, 1.043, centro, tel. 3221-9188, www.reidasmagicas.com.br/

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Oswaldo Sonego, 72, em seu restaurante Rei do Mocot e Dobradinha (zona sul)

Quando, aos 31 anos, Oswaldo Sonego saiu do emprego no qual “o salrio no estava condizente”, pegou um emprstimo e comprou um bar. Era 1974.

“Tinha tira-gosto e sinuca, comecei sem saber nada de restaurante”, conta o paulista de Macatuba (301 km de So Paulo).

At que “um tal de Gonzaga, pernambucano”, falou de um caldo “que uns camaradas tomavam pra no ficar bbado”. Oswaldo gostou e passou a prepar-lo. ” um prato nutritivo” –a dobradinha veio depois, “pra fazer casal”. Aos 72, o Rei do Mocot e Dobradinha s serve o que batiza a casa.

“Pedem pra fazer sarapatel, carne-seca… No. Aqui mocot, dobradinha, arroz, feijo e abbora. Somos especialistas, e isso faz nossa cozinha badalada. As pessoas no gostam de coisas complicadas.”

Rei do Mocot e Dobradinha. av. Rodrigues Montemor, 944, Cidade Domitila, zona sul, www.reidomocotoedobradinha.com.br/

*

Reis de S

Se o assunto futebol, para o Bruno Eduardo Costa, 34, tanto faz, tanto fez. Ele queria era ser piloto de Frmula 1.

Aos 12 anos, chegou a correr de kart, mas “por causa da escola e esses bagulhos” no continuou.

A paixo por automveis atualmente ele cultiva participando de arrancadas no autdromo de Interlagos com sua Parati comprada em 1994, quando tinha 21.

poca, ele queria uma Saveiro, mas a av era contra. “Dizia: ‘Quando tiver enterro, como voc vai levar a famlia?'” Ele acatou. “Foi ela quem me criou. Se minha av fala, eu obedeo.”

Gerente-geral da matriz do Rei do Filet, hoje ele ajuda a anci na sociedade do restaurante fundado em 1914.

“Outro dia um senhor, emocionado, disse que no vinha havia 20 anos. Nem cobrei dele”, conta sobre um tipo de cliente que carinhosamente chama de “cabea branca” –fiel de outras geraes.

Rei do Filet. pa. Jlio de Mesquita, 175, centro, tel. 3221-8066, www.reidofilet.com

*

Reis de S

Acham uma camisinha na privada entupida da casa. O marido diz que no era dele. Ento de quem era?

Esse j no mais problema do tcnico em hidrulica Rodrigo Castro, 35. “Por mexer com banheiro, a gente v um pouco da privacidade das pessoas”, diz o Rei do Esgoto.

Sempre empregado no ramo de desentupidoras, em 2007 ele decidiu agir por conta prpria e criou a empresa com a mulher. “Queria um nome forte. Em Belo Horizonte, por exemplo, tem a desentupidora Rola Bosta.”

Hoje, segundo clculos prprios, a firma atende cerca de 40 chamados por ms -e faz parte ser alvo de vrias brincadeiras.

“Chamam a gente de lombriga, que se sair do coc morre. Mas levamos na boa. Temos orgulho de estar firmes na fossa, limpando a merda dos outros”, assegura, em nome dele, da cnjuge -e da filha.

“Quem sabe um dia nossa ‘princesinha’ seja a sucessora e assuma o trono. Literalmente.”

www.reidoesgotodesentupidora.com.br

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Antnio Nasraui, 49, e seu pai Kalil Nasraui, 82, fundador da primeira loja Rei do Mate em 1978

De uma loja na Ipiranga com a So Joo fundada em 1978 pelo descendente de srios Kalil Nasraui, 82, o Rei do Mate virou um imprio com mais de 340 lojas em 17 Estados que hoje, segundo eles prprios, vende mais de 8 milhes de pes de queijo, 80 toneladas de aa e 500 mil xcaras de caf por ms e tem planos de abrir a primeira unidade no exterior.

Haja ch gelado para acalmar o assumidamente ansioso Antnio Nasraui, 49.

Foi ele quem implementou, em 1991, o sistema de franquias e ele quem explicava, na sala de reunies com a presena de uma assessora de imprensa, como faz seu “business” se diferenciar dos “players” expondo a marca at em filmes do Fbio Porchat.

“Olha que sacanagem o que meu pai tem de cabelo e o que eu tenho de cabelo”, brinca Antnio. “D pra perceber, n?”, gaba-se o orgulhoso grisalho.

www.reidomate.com.br

*

Reis de S
Gabriel Cabral/Folhapress
S
Francisco Braz Moreira Mota, 49, dono da loja de cabelos naturais O Rei dos Cabelos

O cearense Francisco Braz Moreira Mota um cara vaidoso.

Fundador da loja Rei dos Cabelos, criada em 1995, ele perguntou quanto tempo a conversa ia durar -para saber se conseguiria fazer a unha na hora marcada.

“Seno fao depois.” Em So Paulo h mais de 30 anos, para o ex-garom, ex-manobrista e pai de dois filhos, isso normal.

“Eu me cuido”, conta o “corretor de cabelos”, que compra e vende madeixas humanas para uso em apliques (seu principal servio) e perucas-preos variam de acordo com a cor, comprimento e idade, podendo chegar a R$ 2.500 o tufo.

Aos 49 anos, o acalma pensar que j passou do tempo de seu cabelo cair. “Se acontecer, estou preparado. Mas acho que no cai mais no, n?”.

O Rei dos Cabelos. r. Riachuelo, 60, centro, tel. 3106-9082, www.oreidoscabelos.com.br

 

Source link

 

 

Desentupidora Mais Barata de Curitiba

 

A Desentupidora Hidro Curitiba é uma empresa que já tem mais de dez anos no setor de desentupidora, limpa fossa e serviços de vídeo inspeção em tubulações de esgoto, água pluvial, ar condicionado etc.

Oferece a seus clientes nas mais diversas áreas de desentupimento de esgoto e limpeza de fossa, possuímos e trabalhamos sempre com os melhores e mais modernos equipamentos. Conheça um pouco dos nossos serviços de desentupidora

Clique no link abaixo se quiser saber todos os valores para serviços de Desentupidora em Curitiba, somos a unica Desentupidora de Curitiba que apresenta uma tabela de preço independentemente do poder aquisitivo do cliente ou se esta em um bairro nobre ou não, o que vai importar mesmo é o serviço.

Nossas máquinas são da marca RIDGID, uma empresa que fabrica as melhores maquinas e equipamentos para vídeo inspeção na área de saneamento no mundo, seja para desentupir canos de esgotos e água pluvial.

As maquinas desentopem e limpam através da alta raspagem interna, que consegue ultrapassar todas as curvas do encanamento, fazendo do serviço uma tarefa fácil, rápida e sem quebrar pisos ou paredes, além de garantir uma maior vida útil da tubulação desentupida.

Nossos equipamentos são capazes de desentupir praticamente todo tipo de encanamento e nossos técnicos são altamente qualificados e especializados em desentupimentos em geral.

Oferecemos diversos tipos de Serviços de Desentupidora entre eles desentupimento de ralospias, mictórios, vasos sanitários, coluna de prédio, caixas de passagem, caixas de gordura, fossa séptica e todo e qualquer tipo de esgotos em geral.

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Hospital particular pede ajuda a prefeitura de Curitiba devido a falta de remédios para UTI, diz secretária

Apesar do sol, chuva deve retornar nesta quinta-feira (14), em Curitiba

O insensível mais intenso se despediu dando lugar a temperaturas mais agradáveis, com a aparição …

Call Now Button