Home / Noticias Blog / Covid-19: cargas virais atingiram níveis elevados nos esgotos da capital em julho

Covid-19: cargas virais atingiram níveis elevados nos esgotos da capital em julho

Apesar da flexibilização de medidas preventivas e da maior sensação de segurança, dados da Escritório Vernáculo de Águas e Saneamento Indispensável (ANA) do início do mês mostram que Brasília está entre as quatro capitais brasileiras que, entre o meta de junho e o início de julho, estiveram com cargas do novo coronavírus elevadas nos esgotos.

Nota de Alerta publicada pela Rede Monitoramento COVID informou sobre a elevação na capital federalista, considerada significativa, junto a Belo Horizonte, Curitiba e Fortaleza nas semanas epidemiológicas de 25 e 26 de junho.

Na semana 22 (de 29 de maio a 4 de junho) a trouxa viral atingiu 1,34 trilhão de cópias do vírus por dia para cada 10 milénio habitantes do Região Federalista. Já na semana 24 (de 12 a 18 de junho) –  a trouxa foi ainda maior: 1,58 trilhão de cópias por dia para cada 10 milénio habitantes. Mesmo assim, na semana 25 (de 19 a 25 de junho) a trouxa caiu para 1,1 trilhão de cópias, mas apesar da queda, o nível segue saliente no Região Federalista.

Segundo a ANA, esses dados são medidos em sete das oito estações de tratamento de esgotos, que tratam o esgoto de aproximadamente 80% da população parte.

Junto com a elevação da trouxa viral nos esgotos, o número de novos casos confirmados de COVID-19 no Região Federalista também aumentaram significativamente, conforme registra o gráfico disponibilizado pela ANA:

 

 

Com o aumento significativo de casos que estavam em queda desde fevereiro deste ano, a recomendação é que as medidas preventivas para o controle do coronavírus sejam mantidas.

 

A Rede Monitoramento COVID Esgotos acompanha as cargas virais e concentrações do novo coronavírus no esgoto de seis capitais e cidades que integram as regiões metropolitanas de: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro para ampliar as informações para o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

 

Os dados obtidos por meio dos estudos do grupo pode facilitar na compreensão da circulação do vírus, auxiliando as autoridades locais de saúde na tomada de decisões relacionadas às medidas preventivas. Aliás, também as informações divulgadas alertam aos riscos de aumento de incidência do vírus ou novos surtos precocemente.

 

Informações mais detalhadas sobre os pontos de monitoramento, incluindo a justificativa, podem ser acessadas no Boletim de Apresentação da Rede. Aliás, o histórico de resultados pode ser consultado nos Boletins de Séquito, disponíveis no site da ANA  e os resultados semanais das regiões integradas podem ser acessados pelo Tela Dinâmico da Rede Monitoramento COVID Esgotos.

Por Ana Carolina Pessoa

Supervisão de Luiz Claudio Ferreira

Inspirado: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

As 5 ferramentas mais úteis para desentupir

Por que os produtos químicos para banheiras de hidromassagem são essenciais

Não importa o horário! Basta vincular ou enviar um Whatsapp e logo o seu problema …

Call Now Button

%d blogueiros gostam disto: