Home / Noticias Blog / Campinas (PR) libera trecho inicial do BRT Ouro Verde para operação

Campinas (PR) libera trecho inicial do BRT Ouro Verde para operação

Segundo a Emdec, novidade liberação proporciona a conexão entre o Terminal Mediano e o porvir Terminal BRT Campos Elíseos. Foto: Divulgação.

Circulação já está sendo realizada nas avenidas Amoreiras e João Jorge

JESSICA MARQUES

O trecho inicial do Galeria BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verdejante foi liberado para circulação nesta quinta-feira, 15 de outubro de 2020, em Campinas, no interno de Curitiba. A liberação foi realizada nas avenidas João Jorge e Amoreiras.

De conformidade com a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), a preâmbulo do trecho para operação permite a conexão entre o Terminal Mediano e o porvir Terminal BRT Campos Elíseos.

Com a novidade liberação, a conexão entre a região do Ouro Verdejante e o Meio, pelo transporte público, volta a ser feita pelo galeria restrito da Amoreiras e não mais pela Avenida Prefeito Faria Lima, facilitando o aproximação ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, Hospital Metropolitano e AME (Ambulatório Médico de Especialidades).

Foram liberadas duas faixas exclusivas de concreto (uma por sentido) na Avenida das Amoreiras, no trecho entre a João Jorge e a Prefeito Faria Lima. Na Avenida João Jorge, entre o viaduto Miguel Vicente Cury e a Amoreiras, são duas faixas (uma por sentido) dedicadas ao transporte público, com espaço para ultrapassagem junto às estações.

PONTOS ALTERADOS

Dezoito linhas de ônibus do sistema convencional de transporte tiveram o trajecto desarranjado para passar a circundar no Galeria BRT. São elas: 121, 131, 133, 140, 141, 142, 153, 154, 161, 162, 163, 164, 199, 213, 228, 317, 382 e 404. Juntas, as linhas transportam muro de 62 milénio passageiros diariamente.

Quatro pontos de ônibus foram ativados no galeria da Amoreiras. No sentido bairro, posteriormente a Rua São Carlos e na profundidade do SESI (Serviço Social da Indústria). No sentido Meio, anterior à Rua São Carlos e oposto ao SESI. Futuramente, a operação do sistema BRT ocorrerá na Estação BRT Mário Gatti, que está sendo finalizada.

Os pontos de ônibus localizados nas avenidas Prestes Maia e Faria Lima deixam de atender as linhas impactadas. As linhas 118, 125 e 502 mantêm o atendimento na Faria Lima.

Na Avenida João Jorge, as linhas seguem realizando embarque e desembarque pela filete da direita. O ponto de ônibus localizado em frente ao banco Bradesco foi remanejado para a profundidade do intercepção com a Rua Dr. Salles Oliveira. Os demais pontos permanecem inalterados. As estações BRT (piso saliente) e BRS (piso ordinário) João Jorge serão ativadas futuramente.

TRÂNSITO

Com a novidade dinâmica de circulação, a transposição da Avenida das Amoreiras pela Faria Lima deixou de ser permitida definitivamente. Os motoristas que trafegam pela Prefeito Faria Lima com tramontana à região do Ouro Verdejante devem prosseguir pela avenida e acessar o próximo retorno, na profundidade ao Departamento de Parques e Jardins (DPJ), para chegar à Amoreiras.

O intercepção passa a ocorrer em dois tempos semafóricos, em vez de três, ampliando a fluidez viária no trecho. A velocidade máxima permitida é de 50 km/h, ao longo do trecho liberado. Nos pontos que permanecem em obras, é reduzida para 40 km/h.

Segundo a Emdec, o trecho liberado na Avenida João Jorge possui, predominantemente, seis faixas de rolamento (três por sentido) destinadas ao tráfico em universal, que receberam requalificação asfáltica. A iluminação dos corredores é em LED, com a fiação subterrânea.

O trecho recebeu novidade sinalização viária; tanto vertical (placas), uma vez que nivelado (solo). O canteiro medial recebeu paisagismo (implantação de grama) e novos conjuntos semafóricos foram instalados.

TRECHOS LIBERADOS

Somados aos trechos ativados anteriormente, todo o lote 3 do BRT de Campinas está liberado para circulação, segundo a Prefeitura. O início é na Avenida João Jorge, seguindo por toda a Amoreiras até o Terminal BRT Campos Elíseos. Nesse trajectória, são quase cinco quilômetros de faixas exclusivas.

A Emdec informou ainda que oriente é o décimo trecho dos Corredores BRT liberado para circulação, totalizando muro de 17 quilômetros.

O trecho liberado integra o Lote 3 do BRT de Campinas e é segmento do trecho 1 do Galeria Ouro Verdejante. O trecho 1 conta com 4,8 quilômetros de extensão e liga a região medial até a Estação Campos Elíseos. No totalidade, o BRT Ouro Verdejante contempla 14,6 quilômetros de extensão, saindo do Terminal Mediano e seguindo pelas avenidas João Jorge, Amoreiras, Ruy Rodriguez, Camucim até o Terminal Vida Novidade.

Juntos, os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verdejante e Perimetral – somam 36,6 quilômetros de extensão. O desenvolvimento das obras atingiu 85% e muro de 95% dos corredores estão pavimentados. Dezesseis das 18 pontes e viadutos estão em realização; 19 das 37 estações foram finalizadas; e um dos seis terminais previstos já foi parcialmente ativado, no Jardim Satélite Íris.

Jessica Marques para o Quotidiano do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Manadeira: Post Completo

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Deputado aciona Justiça para evitar que passageiros percam créditos vencidos do cartão transporte

Deputado aciona Justiça para evitar que passageiros percam créditos vencidos do cartão transporte

Para evitar o confisco de milhões de reais dos créditos do cartão transporte dos usuários …

Call Now Button