Home / Noticias Blog / Água potável: a insustentável situação do saneamento no Brasil

Água potável: a insustentável situação do saneamento no Brasil

Água potável: a insustentável situação do saneamento no Brasil. Entrevista especial com Iene Christie Figueiredo

Por: João Vitor Santos | Edição: Ricardo Machado – IHU

A cidade do Rio de Janeiro ocupou as manchetes de jornais em todo o Brasil e no mundo nas primeiras semanas de 2020, mas não foi por conta de suas belas paisagens litorâneas, senão pela qualidade da água disponibilizada às pessoas. O problema histórico nas regiões periféricas de todo o Brasil chegou à classe média carioca e ganhou status de calamidade. Essa é só a ponta do iceberg do descaso do saneamento básico no país. “Todos os afluentes ao rio Guandu se encontram em estado avançado de degradação da sua qualidade, uma vez que cortam regiões/municípios com crescente adensamento populacional e sem qualquer serviço de esgotamento sanitário prestado de forma efetiva. Ou seja, todo esgoto doméstico gerado nessa região vai para os cursos d’água sem qualquer tipo de tratamento”, explica a professora doutora Iene Christie Figueiredo, em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line.

O descalabro do fornecimento de água suja e contaminada é resultado da negligência dos poderes públicos, tanto em fiscalizar e cobrar o cumprimento da lei, quanto na falta de investimentos suficientes na gestão dos recursos hídricos. “A real aplicação dos requisitos legais e a adequada fiscalização/regulação dos serviços de Saneamento são fundamentais para a segurança hídrica. Apenas 46,3% dos esgotos gerados no Brasil em 2018 foram conduzidos ao tratamento (não podemos afirmar que o tratamento foi adequado/suficiente para atender aos padrões de lançamento). Considerando que a Política Nacional de Saneamento é de 2007, fica claro nosso descaso com a problemática com a devida prestação destes serviços”, pondera a entrevistada.

O atual contexto de crise climática sugere que atualizemos nossa compreensão sobre o que compreendemos como colapso, o que não é um destino para o qual caminhamos, senão uma realidade fática em muitos contextos. “Cada região terá sua condição atual e capacidade de reversão diferentes. Mas acho que já nos encontramos em colapso, mesmo que de forma esporádica, em muitas regiões”, complementa.

Iene Christie Figueiredo possui graduação em Engenharia Civil e mestrado em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal do Espírito Santo, doutorado em Engenharia Civil – Tecnologia de Saneamento Ambiental pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia / Universidade Federal do Rio de Janeiro – COPPE/UFRJ. É professora Adjunta da Escola Politécnica/UFRJ, vinculada também aos mestrados Profissionais em Engenharia Ambiental e Engenharia Urbana desta instituição. Tem experiência na área de Engenharia Ambiental e Sanitária, atuando principalmente nos seguintes temas: processos de tratamento de água e de esgoto, poluição e qualidade das águas.

A entrevista foi, originalmente, publicada pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU, 05-02-2020.

Confira a entrevista.

IHU On-Line – O que esse episódio do início de 2020, envolvendo a qualidade da água ofertada para consumo no Rio de Janeiro, revela sobre a segurança hídrica da cidade e de toda região?

Iene Christie Figueiredo – Neste momento estamos questionando a segurança hídrica em relação à qualidade. Uma discussão sobre a quantidade precisa considerar também o fato de a Região Metropolitana do Rio de Janeiro – RMRJ ser quase integralmente dependente do Rio Guandu (cerca de 80% da demanda de água potável produzida nessa região depende do Guandu que, por sua vez, depende da transposição do rio Paraíba do Sul, importante manancial também para Minas e São Paulo).

Voltando à questão da qualidade (objeto da questão atual), todos os afluentes ao rio Guandu (com destaque àqueles que estão próximos da captação da Estação de Tratamento de Água Guandu) se encontram em estado avançado de degradação da sua qualidade, uma vez que cortam regiões/municípios com crescente adensamento populacional e sem qualquer serviço de esgotamento sanitário prestado de forma efetiva. Ou seja, todo esgoto doméstico gerado nessa região vai para os cursos d’água sem qualquer tipo de tratamento.

Voltando à questão da qualidade (objeto da questão atual), todos os afluentes ao rio Guandu se encontram em estado avançado de degradação da sua qualidade – Iene Christie Figueiredo

IHU On-Line – Que relações podemos estabelecer entre esse caso do Rio de Janeiro e a segurança hídrica das grandes metrópoles brasileiras?

Iene Christie Figueiredo – A situação do Rio é similar a tantas outras regiões metropolitanas que se encontram instaladas nos trechos finais dos seus mananciais abastecedores: uma histórica deficiência na prestação dos serviços de saneamento, com a contaminação cotidiana desses corpos d’água por esgotos, drenagem e resíduos sólidos. Estes contaminantes são arrastados sem o adequado tratamento para as captações dos sistemas de abastecimento de água e, dependo da capacidade de diluição do rio, requer readequação do processo de potabilização para garantir a produção de água de qualidade.

IHU On-Line – Em que medida a segurança hídrica é ameaçada no Rio de Janeiro por ineficiência de sistema de governança de recursos hídricos? Como superar essa ineficiência?

Iene Christie Figueiredo – Prestar os serviços de saneamento é uma obrigação constitucional do município, que pode prestá-lo de forma direta ou indireta, ou concedê-lo para empresas públicas ou privadas. Os municípios têm se mostrado omissos, seja na prestação dos serviços ou na fiscalização da concessão. A forma real de mudar este cenário é aplicar a lei, principalmente aquela que trata do Saneamento Básico (lei 11445/2007).

A real aplicação dos  requisitos legais e a adequada fiscalização dos serviços de Saneamento são fundamentais para a segurança hídrica – Iene Christie Figueiredo

IHU On-Line – No que consiste um eficiente sistema de governança de recursos hídricos, tanto do ponto de vista do tratamento de água para consumo como para preservação ambiental?

Iene Christie Figueiredo – Como disse, tanto a qualidade da água potável (água para consumo humano) como a prestação dos serviços de Saneamento (abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana e manejo dos resíduos sólidos) já são regulados por leis específicas. Nelas são definidos não só critérios de qualidade, mas também direitos e deveres da prestação e fiscalização dos serviços. A real aplicação dos requisitos legais e a adequada fiscalização/regulação dos serviços de Saneamento são fundamentais para a segurança hídrica.

Além disso, precisamos fazer a mesma observação quando falamos das leis que regem os recursos hídricos: é importante cumprir padrões de lançamento, gestão da bacia com a efetiva participação dos comitês de bacia, etc.

IHU On-Line – Em nota conjunta, docentes da UFRJ indicam que “todas as medidas apontadas como necessárias para garantir a segurança hídrica da população da Região Metropolitana do Rio de Janeiro não implicam em desenvolvimento de novas tecnologias e já são bastante conhecidas”. Que tecnologias são essas e quais seus limites?

Iene Christie Figueiredo – As tecnologias são diversas, considerando não só os processos de potabilização (e os diferentes produtos que podem ser associados aos processos convencionais), mas também em relação ao tratamento de efluentes domésticos (a comunidade científica brasileira disponibiliza um leque imenso de possibilidades de tratamento adequadas às nossas condições climáticas, sociais e econômicas). O importante aqui não é elencar tecnologias (essa discussão é profundamente técnica, densa e longa), mas sim dizer que o que já fazemos (ou sabemos fazer) é suficiente para dar solução a esta situação. No entanto, qualquer solução depende de vontade política associada ao investimento, e tempo para que os resultados aconteçam.

Uma histórica deficiência na prestação dos serviços de saneamento, com a contaminação cotidiana desses corpos d’água por esgotos, drenagem e resíduos sólidos – Iene Christie Figueiredo

IHU On-Line – O episódio do Rio de Janeiro também trouxe à tona a informação de que a Estação de Tratamento de Água de Guandu recebe praticamente esgoto e tem de transformar em água potável. Como avalia esse cenário? Essa também é a realidade de outras estações de tratamento de água de outras metrópoles brasileiras?

Iene Christie Figueiredo – Além do que já foi dito anteriormente, deve-se destacar aqui que a ETA Guandu começou a operar nos anos 1950 entregando água de qualidade para a população. Situações como esta, observadas em outras regiões do país, são decorrentes da contaminação da água bruta associada a elevada radiação e longos períodos de estiagem. Ou seja, a presença de esgotos/nutrientes é a principal razão da ocorrência de algas e/ou cianobactérias (sua remoção é, portanto, fundamental para controle destes eventos), mas é necessário que outros fatores sejam associados a esta contaminação para que o abastecimento seja comprometido.

Ponto de captação de águas na ETA do Rio Guandu na Baixada Fluminense, no Rio, e a poluição da águaPonto de captação de águas na ETA do Rio Guandu na Baixada Fluminense, no Rio, e a poluição da água
(Foto: Divulgação | Comitê Guandu)

IHU On-Line – Qual a situação do tratamento de esgotos no Brasil de 2020?

Iene Christie Figueiredo – Ainda não apresentamos resultados positivos neste sentido. Segundo a última publicação do Sistema Nacional de Informação em Saneamento – SNIS, 2019, apenas 46,3% dos esgotos gerados no Brasil em 2018 foram conduzidos ao tratamento (não podemos afirmar que o tratamento foi adequado/suficiente para atender aos padrões de lançamento). Considerando que a Política Nacional de Saneamento é de 2007, fica claro nosso descaso com a problemática com a devida prestação destes serviços.

Apenas 46,3% dos esgotos gerados no Brasil em 2018 foram conduzidos ao tratamento – Iene Christie Figueiredo

IHU On-Line – Técnicos apontam que, atualmente, o esgoto doméstico traz também uma carga elevada de pesticidas, protetor solar, repelentes, remédios como antibióticos, hormônios, antidepressivos e vários outros fármacos. Quais os desafios para se tratar a matriz do esgoto atualmente? A maioria das estações em operação no Brasil hoje dão conta de tratar esses resíduos?

Iene Christie Figueiredo – Essa problemática é real, mas num país em que não temos investimentos suficientes para tratar/remover o mínimo (matéria orgânica e nutrientes), falar disso agora é utópico. Os problemas no abastecimento como o que vivemos agora são decorrentes da presença destes contaminantes básicos (matéria orgânica e nutrientes). Creio que devemos resolver problemas básicos para então partir para uma nova demanda ambiental.

Neste ponto não estou desprezando ou minimizando o problema da presença destes contaminantes emergentes nos esgotos (isso é real), mas sim priorizando ações básicas em detrimento das mais complexas. Isso dá muita discussão dependendo da forma que colocamos.

IHU On-Line – No atual contexto brasileiro, como assegurar água de qualidade e em quantidade suficiente para consumo humano nas grandes cidades? Que ações são necessárias, tanto do ponto de vista do Estado como da sociedade em geral?

Iene Christie Figueiredo – Reforço o já dito: aplicação real e responsável das leis e das políticas públicas já existentes. O estado por um lado, a participação popular por outro, precisam se comprometer com este sério problema. Enquanto Saneamento Básico e Gestão dos Recursos Hídricos não assumirem sua importância para a vida da sociedade, estaremos mais distantes da ‘água de qualidade e em quantidade’.

Cada região terá sua condição atual e capacidade de reversão diferentes. Mas acho que já nos encontramos em colapso, mesmo que de forma esporádica, em muitas regiões – Iene Christie Figueiredo

IHU On-Line – Se o atual cenário não for alterado, em quanto tempo o Brasil entrará em colapso no que diz respeito à segurança hídrica?

Iene Christie Figueiredo – É difícil ser determinístico nisso. Cada região terá sua condição atual e capacidade de reversão diferentes. Mas acho que já nos encontramos em colapso, mesmo que de forma esporádica, em muitas regiões – e este pode ser o caso da RMRJ. Cada vez mais teremos relatos destes eventos no país, graças à herança de descaso com nossos recursos hídricos.

(EcoDebate, 21/02/2020) publicado pela IHU On-line, parceira editorial da revista eletrônica EcoDebate na socialização da informação.

(IHU On-line é publicada pelo Instituto Humanitas Unisinos – IHU, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos Unisinos, em São Leopoldo, RS.)

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO

(CC BY-NC-SA 3.0)( O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação )

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para [email protected] . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para [email protected] ou [email protected] O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Fonte: Post Completo

 

Não Pague Preço Abusivo por serviços de Desentupimento!

Você não deve pagar por preço abusivo, há desentupidoras no Mercado que não cobram o valor por metro de Desentupimento, mas sim pelo serviço que está sendo executado. Qual a importância de se fazer um orçamento no local.

Nós somos uma das poucas empresa que utiliza este método de cobrança, PREÇO FECHADO, tem o valor combinado antes de começar o serviço com o cliente, o valor é fixo e não muda durante a execução do desentupimento.

Nós somos umas das poucas Desentupidoras de Curitiba que tem esse sistema de cobrança, o que o torna totalmente transparente o valor que o cliente ira pagar para o serviço a ser executado, quando tudo é combinado antes você não terá surpresas ao pagar.

Procure no site reclame aqui e veja os preços absurdos cobrados por Desentupidoras de Curitiba e ainda maior por Desentupidoras de São Paulo, você vai ver tem algumas que um verdadeiro absurdo mesmo. Por isso antes de cair numa dessa pesquise bem.

Caminhão para Desentupimento de rede de esgoto em Curitiba e Região metropolitana

 

A Desentupidora Hidro Curitiba é uma desentupidora de Curitiba que trabalha duramente para atender todos os bairros de Curitiba e nas principais cidades da região metropolitana.

Somos a unica Desentupidora de Curitiba a apresentar uma tabela de preço para os principais serviços de desentupimento.

Você já parou para pensar sobre como seria mais conveniente contar com uma eficiente e acessível de serviço que atenda todos os bairro de Curitiba?

Assim como todas as partes da cidade, de Curitiba tem muitos Bairros com uma área bem populosa, é por isso que é comum também é um dos únicos que têm o maior fluxo de Entupimentos.

Você sabe a quem recorrer no momento em que a tubulação de esgoto entope, bem como qualquer tipo de obstrução em tubulações, e até mesmo entupiu o banheiro isso ocorrer, é de fundamental importância.

Afinal, na maioria das situações, você precisa de um serviço que é ágil e imediata. Não dá para gastar muito tempo esperando por Desentupidoras que vem de longe.

Assim, com aqueles que contam para a conclusão do desentupimento de esgoto em todos os Bairros de Curitiba. Veja a lista de Bairros que temos equipes de platão para atendimento imediato.

desentupidora em Curitiba Boa Vista

desentupidora em Curitiba Santa Candida

desentupidora em Curitiba bacacheri

desentupidora em Curitiba pinheirinho

desentupidora em Curitiba no cajuru

desentupidora em Curitiba fazendinha

desentupidora em Curitiba Portão

desentupidora em Curitiba Cabral

desentupidora em Curitiba Boqueirão

desentupidora em Curitiba Bairro Alto

desentupidora em Curitiba Rebouças

desentupidora em Curitiba Sitio Cercado

desentupidora em Curitiba batel

desentupidora Curitiba água verde

desentupidora Curitiba Xaxim

As principais Cidades que temos equipes de plantão chegaremos muito rápido

Serviço de Desentupidora em Curitiba

Serviço de Desentupidora em São José dos Pinhais

Serviço de Desentupidora em Pinhais

Serviço de Desentupidora em Colombo

Serviço de Desentupidora em Araucária

Serviço de Desentupidora em Campo Largo

Serviço de Desentupidora em Piraquara

Serviço de Desentupidora em Colombo

Serviço de Desentupidora em Almirante Tamandaré

E os principais Serviços que aferemos nesses bairros e Cidades

Desentupindo rede de Esgoto em Curitiba

Desentupimento de Esgoto

Desentupimento de Vaso Sanitário Curitiba

Realizamos o desentupimento do seu vazo sanitário. Fazemos a manutenção preventiva e corretiva por meio das máquinas K30 e K50. Essas máquinas são equipamentos rotativos que possuem cabos em espirais flexíveis que não danificam a tubulação do vaso sanitário.

Desentupimos vasos sanitários por meio do equipamento de hidrojateamento. Esse tipo de desentupimento especial ocorre quando o entupimento está além do sifão e já compromete a rede de esgoto.

Realizamos a limpeza das paredes do vaso sanitário. Com frequência, os vasos sanitários têm suas paredes cobertas de sujeira proveniente da retenção do sal da urina.

Desentupimento de Pia Curitiba.

Hidro Curitiba Desentupidora de Pia – Ligue Agora!  
Sempre que notar lentidão na saída da água de sua pia, ou mau cheiro na cozinha, pode ser sinal de pia entupida. A desentupidora de pia Hidro Curitiba conta com os equipamentos certos para desentupir pia sem precisar quebrar paredes ou a própria pia. O desentupimento de pia é uma solução ágil e que irá garantir maior comodidade no dia-a-dia de residências, comércios, indústrias e qualquer outro estabelecimento.

Desentupir Pia de Cozinha

A Desentupidora Hidro Curitiba é formada por profissionais experientes e que realizam o desentupimento de pia com total descrição, causando o mínimo de transtornos no local e com as melhores condições do mercado. Confira abaixo alguns dos principais diferenciais do serviço e solicite já uma visita grátis dos técnicos especializados da desentupidora de pias Hidro Curitiba.

Desentupimento de Ralo Curitiba.

Desentupimento de Ralo em Curitiba

Reconhecida como uma das principais desentupidoras de ralo de Curitiba, a Hidro Curitiba possui experiencia, infraestrutura e modernos equipamentos para desentupir ralos em residências, apartamentos, estabelecimentos comerciais, indústrias, escolas e hospitais. O desentupimento de ralo é uma solução eficaz e agrega inúmeros benefícios para um ambiente mais seguro e higiênico.

Desentupidora de Ralo Hidro Curitiba identifica o local exato do entupimento e retira 100% dos detritos que bloqueiam o fluxo normal da água. O desentupimento de ralo é realizado dentro das principais normas de qualidade que o mercado estabelece, como por exemplo, a vantagem de não precisar quebrar pisos, azulejos ou mesmo a parede do local.

Desentupimento de Banheira.

Desentupimento de Banheira: Chamar pedreiro ou encanador ou qualquer outro profissional que não seja um técnico de Desentupidora para resolver entupimento na saída da banheira ou nos ralos , não tem o menor sentido. Muito menos achar que você vai economizar dinheiro tentando fazendo isso sozinho. Esta informação  é necessária e de cortesia de Desentupidora Hidro Curitiba para ajudar você a evitar gastos desnecessários com um encanador e outros profissionais assemelhados. Se logo após suas crianças terem tomado banho a Banheira começou apresentar lentidão a causa pode ter sido algum brinquedo que tenha sido sugado para dentro do encanamento e nesses caso não a tente desentupir com arames ou outros objetos pois pode ficar preso no encanamento e piorar as coisas ainda mais.

A banheira é um acessório essencial para tornar o banheiro um ambiente muito mais agradável e confortável. Ela é usada tanto para o banho quanto para relaxar depois de um dia de trabalho duro e estressante. Por isso, é importante manter a banheira limpa e em perfeitas condições de uso em todos os momentos, mas eventualmente fios de cabelo, restos de sabonete e gorduras que saem de nossos corpos durante o banho causam entupimentos nos drenos e nos ralos da banheira.

Desentupimento de Tanque de Lavar Roupa.

Desentupimento de Tanque: Perceba que o grande problema do cano de um tanque ou a saída da maquina de lavar roupa entupida é a perda de tempo e o tumulto que isso provoca. Isso, realmente, atrasa toda a sua vida ou ainda, se for o caso de uma lavanderia, todo o trabalho diário fica interrompido.

Os profissionais treinados da desentupidora de tanques Hidro Curitiba irão até a sua residência ou até a sua empresa e resolverão o problema num piscar de olhos. Você também pode se ajudar ao prevenir entupimentos. É muito simples, basta ficar atento e cuidar para que objetos que possam obstruir o encanamento não sejam jogados dentro de ralos ou do tanque. Uma Meia ou qualquer outra roupa miúda pode causar um grande entupimento.

As grelhas e os ralos são essenciais porque retém a sujeira logo na boca do encanamento, mas os sifões são muito importantes porque, além de impedir a passagem de odores, eles servem como um obstáculo para objetos que possam obstruir o encanamento de seu Ralo ou do seu Tanque.

Limpeza de Fossa.

Limpeza de fossa é uma solução de padrão alto que a Desentupidora Hidro Curitiba oferece a hospitais, escolas, comércios, residências e também indústrias. Podendo ser realizadas em fossas sépticas, negras, secas, caixas de gorduras, bacias de tratamento, sumidouros e caixas de inspeção. Contamos com uma equipe qualificada e caminhões equipado com bombas de alta pressão, para recolher e transportar os detritos líquidos, pastosos e granulados. Todo material recolhido é destinado a áreas estabelecidas pela SANEPAR, descartando qualquer risco de contaminação.

Com a limpeza de fossa mantém sempre em condições de uso, garantindo assim um ambiente saudável para famílias, funcionários e crianças. Contribuindo para a preservação do meio ambiente, traz segurança à residência por evitar proliferação de doenças, vermes e endemias. Garantindo um ambiente mais seguro para toda a família, há a certeza de que todos os dejetos recolhidos por nós irão ser destinados a um lugar específico, evitando assim o risco de infecções ou de poluição.

Limpeza de Caixa de Gordura.

A grande maioria das residencias possui caixa de gordura entre a pia e a saída do esgoto.

Sua função é reter gorduras despejadas nos ralos das pias da cozinha, diretamente ou misturadas com a água da lavagem das louças.

A retenção da gordura na caixa se faz necessária para evitar que ela vá se acumular na tubulação posterior, na fossa, na rede coletora de esgoto, nos rios e represas, causando entupimentos e seríssimos problemas aos proprietários e aos contribuintes, além de danos ambientais

Se a gordura que se acumula numa caixa de gordura não for removida ou tratada, pode transformar-se primeiro numa massa amanteigada e depois se solidificar formando cristais, causando seríssimos transtornos, tais como:

    • Escoamento lento da água pelo ralo da pia;
  • Transbordamento pela tampa;
  • Forte Infestação de baratas e outros insetos;
  • Entupimento completo das canalizações anteriores e posteriores e
  • Um terrível mau cheiro que só quem já o sentiu sabe o quanto é desagradável.

Sobre Hidro Curitiba

Verifique também

Laboratório Tecpar Covid

Para refrescar:conheça dez cachoeiras perto de Curitiba

Catadupa do Panelão| Foto: Reprodução/Facebook Zero melhor que um banho de cascata para se refrescar …

Call Now Button